sábado, 23 de junho de 2012

Ovni na região de Santarém 14/06/2012

Tinha acabado de chegar a casa, quando os cães começaram a ladrar, fui à varanda ver o que se passava.

Como não deparei com nada, decidi fumar um cigarro.
Fiquei ali um momento até mesmo ver 2 meteoritos que passaram, e praticamente do canto do olho, vi uma luz amarela grande, o que me despertou a atenção.
Nesse momento estavam a passar 2 aviões de linha perto do acontecimento, e vi o avião que estava à esquerda se desviar da rota.


Passado 15 segundos, uma luz amarela ( tendo em conta as dimensões de um avião linha A320 ou A319) de cerca de 500 metros, pulsante, como uma sinalização, percorrendo apenas uma parte de uma estrutura que estava invisível e estática, por mais de 5 segundos, sobre o seu lado esquerdo, mostrando parcialmente uma estrutura solida, circular por detrás dessa luz.

Nesse momento o avião que se encontrava do lado esquerdo, ainda desviou mais a sua rota.
Gontijas fica a cerca de 12 Quilómetros de Tomar em linha recta, e posso avistar a poluição luminosa da cidade.

O objecto situava-se além das luzes da cidade, e tendo em conta que a TMA ( corredor aéreo de Lisboa ), o nível de voo se situa entre os 4000 metros, as dimensões visíveis somente pela claridade do sinal são descomunais!
Cerca de 8 quilómetros de largura ( lado esquerdo ) e estava perto dos 4000 metros do solo , estático e invisível.
Estive desde o acontecimento, às 22h00/22h15 até às 05h30 de hoje, a tentar observar o objecto, mas apenas só ouve 2 emissões de luz, mas notava-se que uma massa, embora invisível permanecia lá, derivado as deviências* de luz emitidas pelas estrelas.
Cerca das 00h00, o fenônemo, tornou-se mais difícil de observar, derivado às nuvens que começaram a aparecer.

* Encontrei um video que mostra as deviências, muito similar.

video

 Foi então que decidi comunicar à Força Aérea Portuguesa (Estação de Radar de Nº3 (ER3) - Montejunto), a qual se situava mais perto do acontecimento, a qual não confirmou nada de anormal nos radares àquela hora.

Em resumo, foi um objecto voador de grandes dimensões, com uma tecnologia desconhecida de propulsão e de visibilidade, que emitiu um sinal de presença ao tráfego aéreo que se encontrava no momento, contra uma possível colisão.

Carlos Lopes

Video montagem do acontecimento.

video


 Ver a continuação dos relatos em  http://ufoportugal.blogspot.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário